Palestrantes Confirmados - 35 CONGRESSO BRASILEIRO DE NEMATOLOGIA

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Palestrantes Confirmados

Dr. Michael V. McKenry
Dr. McKenry is a University of California, Riverside, nematologist based at the Kearney Agricultural Research and Extension Center in Parlier. His primary research focus is the damage and control of nematodes attacking perennial crops. He has been involved in the development of pathogenicity data for tree fruits and vines with nematodes such as Pratylenchus vulnus, Meloidogyne spp., and Mesocriconema xenoplax. McKenry has been involved in screening tree and vine rootstocks for resistance to various nematode species and the development of nematode host lists for cover crops. Dr. McKenry is involved in the use of plant extracts as a method of nematode control. Complex diseases such as Bacterial Canker Complex of Prunus spp. and the general replant problem of tree and vine crops are also of major interest.




Sergei A. Subbotin 
Obtained an MSc degree in plant protection in 1981 from the Moscow Agricultural Academy in Russia. In 1987, he was awarded the PhD degree in helminthology (nematology) from the K. I. Skrjabin Institute of Helminthology (VGIS), also in Moscow. He has worked as a researcher in labs of the Center of Parasitology of the A. N. Severtsov Institute of Ecology and Evolution (Moscow), IACR-Rothamsted (U.K.), Agricultural Research Centre (Merelbeke, Belgium), Institut für Nematologie und Wirbeltierkunde (Münster, Germany), and Department of Nematology, University of California-Riverside. Presently he serves as senior nematologist in the Plant Pest Diagnostic Center, California Department of Food and Agriculture, and has affiliation positions as scientist in the Center of Parasitology, Russia, and as visiting professor in Gent University, Belgium. He has published more than 150 scientific articles in peer-reviewed journals on different aspects of molecular systematics and diagnostics of nematodes. Dr. Subbotin is the author of two books, one of them in co-authorship with J. Baldwin and M. Mundo-Ocampo titled Systematics of Cyst Nematodes (Nematoda: Heteroderinae), Nematology Monographs and Perspectives (two volumes). His research studies have been focussed on resolving taxonomic and molecular diagnostics issues of the Avenae group species for many years. Dr. Subbotin has a wide range of collaborative projects with nematologists across the world.

Drª Andressa Lima de Brida

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Faculdade Integrado de Campo Mourão, PR, (2009), mestrado e doutorado em Agronomia - Proteção de Plantas (Nematologia Agrícola) pela Universidade Estadual Paulista UNESP/FCA, Botucatu, SP em (2015).  Atualmente é bolsista de pós-doutorado na Universidade Federal de Pelotas, Rio Grande do Sul, (UFPel). Tem experiência na área de agronomia com ênfase em Nematologia Agrícola, atuando principalmente nos seguintes temas: resistência de plantas a nematoides, nematoides entomopatogênicos, controle biológico de insetos com NEPs.





Drª. Cláudia Regina Dias-Arieira
Formada em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e mestre em Agronomia pela mesma Instituição. Em 2002, concluiu o doutorado em Fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa. No mesmo ano, iniciou as atividades como professora temporária na UEM-Campus do Arenito e em 2006 ingressou no quadro permanente da UEM-Campus Regional de Umuarama. Atualmente é professora Associada da UEM, atuando no curso de Agronomia do Campus Regional de Umuarama, onde ministra as disciplinas Microbiologia Agrícola, Fitopatologia e Nematologia Agrícola. Também faz parte do corpo permanente dos programas de Pós Graduação em Agronomia da UEM-Maringá, nível mestrado e doutorado (conceito 6 na Capes) e Pós Graduação em Ciências Agrárias da UEM-Umuarama, nível mestrado (conceito 3 na Capes). Já orientou mais de 150 trabalhos de natureza diversa, incluindo doutorado, mestrado, iniciação científica e tecnológica, estágios e trabalhos de conclusão de curso; tendo atualmente 22 orientandos. Publicou mais de 100 artigos em revistas nacionais e internacionais indexadas. É membro da Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN) desde 1997, na qual atuou como editora associada da revista Nematologia Brasileira e editora do SBN News, sendo atualmente membro do Conselho Consultivo da Sociedade. É bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq nível 1D.

Drª Regina Maria Dechechi Gomes Carneiro

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1976), Mestrado em Nematologia  (1980) pela mesma Universidade, doutorado em Parasitologia Vegetal  pela Universidade de Montpellier II, França (1986) e Pós-Doutorado pela Universidade da Flórida (USA) em Controle Biológico de Nematoides. Foi Editor Chefe da revista Nematologia Brasileira durante 10 anos, no período de 1997-2006, quando a revista era considerada A1 pela CAPES. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN) no período de 2007 a 2012. É há mais de 25 anos é Pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária locada atualmente no CENARGEN, com mais  de 100 artigos publicados em revistas indexadas internacionais e nacionais. É referee de várias revistas internacionais, tais como Nematology , European Journal of Plant Pathology,  Plant Pathology, Journal of Nematology  e  Plos One, entre outras.  Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Nematologia Agrícola, atuando principalmente nos seguintes temas: nematoide de galhas, diversidade genética, sistemática, resistência genética, controle biológico e manejo integrado de nematoides. Orientou e orienta vários estudantes de pós-graduação junto às Universidades Federais sobretudo à de Brasília. Atualmente é Pesquisador 1 do CNPQ.

Dr. Leandro Grassi de Freitas

Engenheiro Agrônomo formado na Universidade Federal de Viçosa (1987), tem mestrado em Fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa (1991) e Ph.D. em Plant Pathology - University of Florida (1996). Atualmente é Professor Titular do Departamento de Fitopatologia (Capes nível 7) da Universidade Federal de Viçosa, onde leciona para estudantes de graduação e pós-graduação, e participa da Comissão de Coordenação da Pós-Graduação. É membro da Comissão Permanente de Propriedade Intelectual da UFV. Coordena o Laboratório BIONEMA no Instituto de Biotecnologia Aplicada à Agropecuária - BIOAGRO. É líder do Grupo de Pesquisa Controle Biológico de Nematoides, do CNPq. Coordena estudos sobre modo de ação, eficiência e interação de agentes microbianos entre si e destes com as plantas cultivadas e o meio ambiente.Em 2006 incubou a empresa Rizoflora no Centro Tecnológico de Viçosa - CENTEV. Em 2008 conquistou aporte financeiro do fundo Criatec de capital-semente e construiu a fábrica da Rizoflora no Parque Tecnológico de Viçosa - TecnoPark, onde desenvolveu o produto de controle biológico de nematoides RIZOTEC. O produto conseguiu o registro na ANVISA, IBAMA e MAPA, Ministério da Agricultura, em 2016. Logo após, a empresa multinacional Stoller entrou de sócia da Rizoflora e hoje distribui o produto em todo o Brasil, para substituir os agrotóxicos nematicidas nas culturas da soja, milho, hortaliças e fruteiras. Recebeu a Comenda Arthur Bernardes pelo seu trabalho de inovação.

Drª Luciany Favoreto

Trabalha na Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG Oeste/Uberaba). Graduação em Agronomia pela Universidade Estadual de Maringá, PR. Mestrado e Doutorado em Nematologia, na Universidade Estadual Paulista, Campus de Jaboticabal - SP, desenvolvendo pesquisas, sobre espécies de Aphelenchoides em sementes de gramíneas forrageiras. Pós-doutorado na Embrapa soja, Londrina PR, pesquisando sobre a Soja Louca II, onde estudou a taxonomia do nematoide causador da doença (Aphelenchoides besseyi), os problemas fitossanitário e as interações planta-patógeno. Sendo este, atualmente, o seu principal foco de estudos.



Dr. Giovani de Oliveira Arieira

Engenheiro agrônomo, formado pela Universidade Estadual de Londrina, possuindo mestrado e doutorado em Agronomia com concentração em Fitossanidade pela UEL e período sanduíche na Universidade de Wageningen, na Holanda. Atualmente é professor adjunto do departamento de Fitotecnia e Fitossanidade da Faculdade de Agronomia e Zootecnia da Universidade Federal de Mato Grosso, campus de Cuiabá. Desenvolve trabalhos nas áreas de manejo biológico e químico de fitonematoides, taxonomia e ecologia de comunidades de nematoides bioindicadores da qualidade do solo.




Dr. Greg Reighard has been a research and extension horticulturalist for 30 years at Clemson University. His field research involves rootstock evaluation, growth regulators, manipulating peach tree dormancy/flowering, crop load management strategies, modeling fruit maturity, and adapting mechanical technologies for training systems. His lab has conducted genomics research on dormancy (Evg mutant) and rootstock resistance to nematodes and peach tree short life, and he co-developed Guardian® rootstock as well as its eventual PVP and trademark. Dr. Reighard is the Peach Section Chair for the International Society of Horticultural Science, and is a Fellow of the American Society of Horticultural Science.





Dr. Claudio Marcelo Gonçalves de Oliveira

Engenheiro Agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ/USP) em 1993. Mestre em Ciências pela ESALQ/USP em 1996.  Doutorado (PhD) em Ciências da Vida no Scottish Crop Research Institute - University of Dundee, Dundee, Escócia, em 2004. Desde 1997 é Pesquisador Científico do Instituto Biológico e responsável pela clínica nematológica do laboratório de nematologia, em Campinas, SP. Foi editor associado da Nematologia Brasileira (2007 a 2013), Scientia Agricola (2011-2017) e Tropical Plant Pathology (2012-2017). Atua na área de Nematologia de plantas, com ênfase no uso da taxonomia integrada na diagnose de nematoides.





Dr. Luiz Carlos Camargo Barbosa Ferraz

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1972), mestrado em Entomologia pela Universidade de São Paulo (1977) e doutorado em Entomologia pela Universidade de São Paulo (1980), tendo se tornado livre-docente em 1984. Atuou de 1972 a 1984 na FCAV-UNESP de Jaboticabal (SP) e depois (1984-2010) na ESALQ-USP, de Piracicaba (SP), onde se aposentou em 3/2/2010 como professor titular. Acumulou experiência na área de Agronomia, especialmente em Fitossanidade, atuando principalmente na especialidade de Nematologia de Plantas, com ênfase à taxionomia, à relação parasito-hospedeiro e aos métodos de controle dos fitonematoides. Atua, presentemente, como docente Senior junto ao setor de Nematologia do Departamento de Fitopatologia e Nematologia da ESALQ.



Dr. Marcos Botton

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Pelotas (1990) com Mestrado (1994) e Doutorado (1999) em Ciências Biológicas na Universidade de São Paulo (ESALQ). Possui pós-doutorado (2008) pela Universidade da Califórnia (Berkeley), EUA. É Pesquisador da Embrapa Uva e Vinho e Professor Permanente do Curso de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Fitossanidade da Universidade Federal de Pelotas. Atua como pesquisador na área de Entomologia desenvolvendo estratégias para o manejo integrado de pragas da videira e das frutíferas de clima temperado (macieira, morangueiro e pessegueiro) aderentes aos sistemas de produção integrada e orgânica.




Dr. Fernando Godinho de Araújo

Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás. Mestrado e Doutorado em Agronomia pelo Programa de Pós-graduação em Agronomia – UFG. Professor do Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí, desde 2011. Diretor de Ensino do IF Goiano - Campus Urutaí, desde 2013. Credenciado no Programa de Pós-graduação em Proteção de Plantas, ministrando a disciplina de Nematologia Agrícola e orientando dissertações na área de Nematologia. Linhas de pesquisa: Manejo integrado de nematoides; Controle químico e biológico de nematoides em culturas anuais; Resistência de plantas a nematoides. Foi conselheiro da SBN de 2013 a 2016. Desenvolve pesquisa em parceria com a iniciativa privada visando a obtenção de produtos voltados para o controle químico e biológico de nematoides.



Dr. Mário Massayuki Inomoto

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1985), Mestrado em Fitopatologia pela Universidade de São Paulo (1988) e Doutorado em Entomologia pela Universidade de São Paulo (1995). Atualmente é Professor Associado da Universidade de São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ) e responsável pela coleção zoológica da ESALQ. Tem experiência na área de Parasitologia Agrícola e Fitopatologia, com ênfase em Nematologia Agrícola, e atuação no seguintes temas: avaliação de culturas para sucessão ou rotação visando ao manejo de nematoides das galhas e das lesões; manejo de fitonematoides nas cultura do algodão, cafeeiro e soja.




Paola Lax

Trabajamos con nematodos fitófagos de importancia para la agricultura (especialmente la especie Nacobbus aberrans y nematodos formadores de quistes del género Globodera) y nematodos parásitos de insectos. Se caracterizan poblaciones mediante el análisis de caracteres morfológicos y morfométricos. Esos estudios se complementan con análisis genéticos (teniendo en cuenta marcadores nucleares y mitocondriales) y la evaluación de alteraciones histológicas inducidas por estos parásitos en las raíces del vegetal atacado. En los últimos años, se ha iniciado una nueva línea de investigación destinada a evaluar distintas alternativas de control biológico de N. aberrans, considerando el uso de micorrizas, rizobacterias y el complejo de nematodos entomopatógenos-bacteria simbionte.




Drª. Andréa Chaves Fiuza Porto
Possui graduação em licenciatura em Biologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1990), graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1995), Especialização em Gestão e Política Ambiental (UFRPE/2010), Mestrado em Fitossanidade pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2001) e Doutorado em Fitopatologia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2007). Foi servidora do IAA/Planalsucar de 1983-1990, quando foi redistribuida para a Universidade Federal Rural de Pernambuco, onde permanece até a presente data na Estação Experimental de Cana-de-açúcar do Carpina até os dias atuais. Foi professora da Faculdade Luso Brasileira desde 2002 até julho de 2017 e Fitopatologista da Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroalcooleiro - RIDESA. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia e Melhoramento genético da cana-de-açúcar. Foi Coordenadora do Curso técnico em Açúcar e Álcool do NEAD/CODAI da Universidade Federal Rural de Pernambuco julho de 2015 a setembro de 2017, sendo atualmente Coordenadora do curso Técnico em Meio Ambiente da mesma Instituição.



Drª. Andressa Cristina Zamboni Machado

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (2001), doutorado em Agronomia (Fitopatologia) pela Universidade de São Paulo (2006) e pós-doutorado em Nematologia pelo Instituto Biológico. Tem experiência na área de Fitopatologia, com ênfase em Nematologia, atuando principalmente nos seguintes temas: resistência de plantas a nematoides, manejo químico e biológico, taxonomia e diversidade genética de nematoides. Atualmente, é pesquisadora na área de Proteção de Plantas, especialidade Nematologia, no Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), Londrina, PR, além de atuar como membro do conselho diretor da Sociedade Brasileira de Nematologia. É professora e coordenadora da área de Produção e Proteção Vegetal do Programa de Pós-Graduação strictu sensu em Agricultura Conservacionista do IAPAR.




Drª. Elvira Maria Regis Pedrosa

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) (1981), Especialização em Agronomia da cana-de-açúcar pela UFRPE (1984), mestrado em Fitossanidade pela UFRPE (1989) e doutorado em Fitopatologia pela Universidade da Geórgia nos Estados Unidos (1995). Publicou mais de 150 artigos completos em periódicos nacionais e internacionais e mais de 380 trabalhos em anais de eventos. Atualmente é bolsista de produtividade nível 1C do CNPq e professora Titular da UFRPE, tendo orientado mais de 20 dissertações de mestrado e 20 teses de doutorado. Tem atuado principalmente nas áreas de Agronomia e Engenharia Agrícola, com ênfase no manejo de doenças de planta causadas por nematoides.
 






 
 
Promoção
Organização
Realização
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal